23:37 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Portões em frente ao Ministério da Defesa da Rússia

    Rússia está pronta para implementar acordo de segurança internacional de Putin e Trump

    © Sputnik / Evgeny Byatov
    Mundo
    URL curta
    2101

    O ministério da Defesa da Rússia está pronto para a realização prática dos acordos celebrados entre os presidentes Vladimir Putin e Donald Trump na área de segurança internacional em Helsinque, declarou aos jornalistas o representante oficial do órgão, Igor Konashenkov.

    "O ministério da Defesa da Rússia está pronto para a realização prática dos acordos na área de segurança internacional celebrados durante a cúpula de Helsinque pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente dos EUA, Donald Trump", disse o alto funcionário.

    Konashenkov destacou que os militares russos estão "prontos para ampliar os contatos com os seus colegas americanos no nível dos Estados Maiores e outros canais de comunicação existentes para discutir a prorrogação do Tratado de Redução de Armas Estratégicas (START), a cooperação na Síria, bem como outros temas vigentes na área de segurança". 

    No dia 16 de julho, os presidentes da Rússia e dos EUA, Vladimir Putin e Donald Trump, participaram de sua primeira cúpula formal, na capital finlandesa.

    Após o encontro privado e negociações acompanhadas por suas delegações, Donald Trump e Vladimir Putin efetuaram uma coletiva de imprensa conjunta.

    Mais:

    Trump: OTAN 'estava fraca, mas está forte de novo'
    Trump diz que Rússia e EUA estão com vários 'posicionamento semelhantes'
    Após críticas sobre reunião com Putin, Trump vai se encontrar com congressistas americanos
    McCain: encontro de Trump com Putin foi 'um erro trágico'
    Parlamentar tcheco 'Reunião de Putin e Trump pode levar à abolição de sanções anti-russas'
    Tags:
    segurança internacional, relações bilaterais, Ministério da Defesa (Rússia), Donald Trump, Igor Konashenkov, Vladimir Putin, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik