07:42 22 Abril 2018
Ouvir Rádio
    A bandeira da República Popular da China e as Estrelas e Listras dos Estados Unidos tremulam pela Avenida da Pensilvânia, perto do Capitólio dos EUA, durante a visita de Estado do presidente chinês, Hu Jintao em 18 de janeiro de 2011 (foto de arquivo).

    EUA esperam desenvolver parceria 'mais produtiva' com China

    © REUTERS / Hyungwon Kang
    Mundo
    URL curta
    212

    O chefe da CIA, Mike Pompeo, escolhido para ser o próximo secretários de Estado dos EUA, declarou nesta quarta-feira (11) que espera construir uma melhor parceria com a China através da diplomacia.

    "Esta administração está determinada a trabalhar diplomaticamente com o governo chinês em um esforço para desenvolver uma parceria bilateral mais produtiva", disse ele ao Senado.

    Pompeo declarou que os Estados Unidos "restabeleceram uma posição de força" em seu relacionamento diplomático com a China.

    Ele acrescentou, no entanto, que Pequim continuou seus esforços para competir com Washington militar e economicamente após anos de supostamente roubar propriedade intelectual de empresas dos EUA, explorando a política comercial dos EUA, além das provocações nos mares do sul e leste da China.

    No fim do mês passado, o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou um memorando aplicando novas tarifas sobre as importações da China, o que, segundo o líder, fará com que os EUA se tornem "uma nação mais forte, mais rica".

    Além de introduzir novas tarifas sobre importações, o Departamento do Tesouro dos EUA deverá aplicar restrições aos investimentos da China nos Estados Unidos, segundo uma fonte na administração Trump.

    Mais:

    China critica os EUA por autorizarem vendas de tecnologia submarina a Taiwan
    Guerra comercial entre EUA e China está debilitando reservas de ouro
    2 opções devastadoras com que China pode 'bombardear' EUA
    Guerra comercial entre China e EUA já envolve armamentos reais
    Tags:
    relações diplomáticas, tarifas, guerra comercial, Mike Pompeo, Donald Trump, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik