14:39 19 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Donald Trump, Michael Pense e Pavel Klimkin, 10 de maio de 2017, Casa Branca

    'É assim que se fala com a Rússia': chanceler da Ucrânia apoia ameaças de Trump a Moscou

    © Foto: A pagina do Facebook da Embaixada da Ucrânia nos EUA
    Mundo
    URL curta
    1368

    O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Pavel Klimkin, manifestou apoio às declarações do presidente norte-americano, Donald Trump, que alertou a Rússia para se preparar contra um possível ataque na Síria.

    "Geralmente eu não faço retweets, mas dessa vez não consegui me segurar. É assim que se fala com a Rússia", escreveu o ministro ucraniano em sua conta no Twitter.

    Klimkin também compartilhou a mensagem, na qual Trump escreveu que as relações entre os Estados Unidos e a Rússia, no presente momento, estão em seu nível mais baixo na história recente.

    Mais cedo nesta quarta-feira, o presidente dos EUA declarou que a Rússia deveria se preparar para um possível ataque de mísseis norte-americanos na Síria.

    "A Rússia promete abater quaisquer mísseis disparados contra a Síria. Prepare-se, Rússia, pois eles estão chegando, bons, novos e 'inteligentes'! Você não deveria se ter aliado ao animal assassino com gás que mata o seu povo e gosta disso!", escreveu o líder estadunidense em sua página.

    O ministério das Relações Exteriores da Rússia manifestou a esperança de que os mísseis "inteligentes", enviados por Trump para Síria, talvez possam "eliminar os rastros de uma provocação".

    Mais:

    Oposição síria retomará ofensiva para conquistar novos territórios caso EUA ataquem
    EUA usam 'invenções e mentiras' como pretexto para atingir Síria, diz Damasco
    Rússia derrubará mísseis se EUA atacarem Síria, diz embaixador no Líbano
    Rússia dará resposta imediata se seus militares forem atacados pelos EUA na Síria
    Tags:
    Twitter, Donald Trump, Pavel Klimkin, Rússia, Ucrânia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik