01:15 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Reunião do Conselho de Segurança da ONU

    'Tensão na Síria pode levar à confrontação de atores internacionais', diz De Mistura

    © REUTERS / Mike Segar
    Mundo
    URL curta
    23302

    O Conselho de Segurança da ONU realizou uma reunião de emergência nesta segunda-feira (9) para discutir os mais recentes desenvolvimentos no conflito da Síria, em particular, o suposto ataque químico na cidade de Douma.

    O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan De Mistura, declarou durante a reunião do Conselho de Segurança que as Nações Unidas não podem verificar os relatos de um suposto ataque químico na cidade síria de Douma, no último sábado, mas destacou que uma investigação completa é necessária.

    "Gostaria de lembrar o que o secretário-geral Antonio Guterres observou e eu gostaria de citá-lo que a ONU 'não está em posição de verificar este relatório', mas ele também deixou muito claro que não pode ignorá-lo", disse De Mistura.

    Segundo ele, "qualquer uso de armas químicas, se confirmado, é repugnante e requer investigação completa". 

    O enviado especial ainda observou que "a tensão dos últimos dias na Síria pode levar a uma confrontação entre diferentes atores internacionais" e pediu que todas as partes envolvidas evitem a escalada da tensão após o ataque israelense à base aérea T-4. 

    Anteriormente, a agência estatal da Síria SANA comunicou que a base aérea T-4, localizada na província síria de Homs, foi alvo de um ataque de mísseis, apontando suspeitas de envolvimento dos EUA. Contudo, a Casa Branca desmentiu o envolvimento e frisou que, no momento, os EUA não estão realizando operações militares contra a Síria.

    O ataque contra a base síria foi levado a cabo um dia depois de os EUA, UE, bem como a Turquia terem acusado o governo sírio de utilizar armas químicas em Ghouta Oriental. Várias mídias, citando fontes militares da área, comunicaram sobre o alegado ataque com cloro gasoso, o que, supostamente, resultou na morte de dezenas de civis.

    Mais:

    Trump diz que tomará uma decisão sobre a Síria nas próximas 24 horas
    Síria declara que se reserva o direito de defender o país por qualquer meio
    Usando ataque químico na Síria, 'Ocidente pretende minar relações russo-turcas'
    Ataque de Israel foi reação ao sucesso da Síria no combate ao terrorismo, diz Damasco
    Tags:
    reunião emergencial, ataque químico, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Staffan de Mistura, Douma, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik