03:39 20 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Papa Francisco, chefe da Igreja Católica (arquivo)

    Papa Francisco destaca conflitos na Ucrânia e no Oriente Médio em mensagem de Páscoa

    © REUTERS / Max Rossi
    Mundo
    URL curta
    310

    O Papa Francisco tentou deixar uma mensagem de esperança e paz em seu discurso oficial de Páscoa, Urbi e Orbi, neste domingo, no Vaticano, no qual ele recordou o sofrimento de milhões de pessoas em alguns dos principais conflitos pelo mundo.

    Falando para uma multidão de fiéis da varanda central da Basílica de São Pedro, o pontífice aproveitou a data, que marca a ressurreição de Jesus Cristo, para afirmar que "a morte, a solidão e o medo não têm a última palavra". 

    "É a força do grão de trigo, a do amor que se humilha e oferece até ao fim e que verdadeiramente renova o mundo. Esta força dá fruto também hoje nos sulcos da nossa história, marcada por tantas injustiças e violências. Dá frutos de esperança e dignidade onde há miséria e exclusão, onde há fome e falta trabalho, no meio dos deslocados e refugiados – frequentemente rejeitados pela cultura atual do descarte – das vítimas do narcotráfico, do tráfico de pessoas e da escravidão dos nossos tempos", declarou Francisco, citado pelo Vatican News

    Destacando o martírio das pessoas na Síria, na Terra Santa, na África, Ucrânia, Venezuela e península coreana, o Papa defendeu a exaltação do diálogo e da reconciliação e a frutificação da paz. 

    "Respeitem sempre a dignidade humana", pediu o pontífice.

    Mais:

    'Não permitiremos que estraguem a Páscoa': Letônia fica indignada com exercícios russos
    Não há diabo? Editor italiano garante que Papa Francisco negou a existência do inferno
    Papa Francisco conversa com mãe de Marielle Franco por telefone
    Tags:
    Páscoa, Vatican News, Papa Francisco, Vaticano, Cisjordânia, Jordânia, Israel, Palestina, Síria, Península Coreana, Venezuela, Ucrânia, África, Oriente Médio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik