12:45 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Agente do serviço de imigração dos EUA em um centro de detenção de Raymondville, Texas (arquivo)

    Russo é condenado a 18 meses de prisão nos EUA por tentar exportar explosivos

    © AFP 2018 / Jose CABEZAS
    Mundo
    URL curta
    111

    Um tribunal dos EUA condenou na última quinta-feira (22) um cidadão russo a 18 meses de prisão por tentar exportar ilegalmente partes de explosivos e munição. A informação foi divulgada pela agência de imigração e alfândega norte-americana em um comunicado.

    "Um homem russo foi sentenciado a 18 meses de prisão em uma prisão federal na quinta-feira por tentar exportar ilegalmente mais de 100 mil dólares em explosivos, munições e acessórios, incluindo peças designadas para rifles de assalto", diz o comunicado. 

    Agentes especiais da agência de imigração prenderam Konstantin Chekhovskoi, 44 anos, no Aeroporto Internacional O'Hare, em Chicago, quando ele tentava embarcar em um voo para a Suécia, em abril de 2017.

    De acordo com a agência norte-americana, o cidadão russo não tinha a licença exigida para a exportação de itens controlados.

    Foi ressaltado também que Chekhovskoi se declarou culpado no ano passado pela acusação de tentar exportar de forma fraudulenta pedaços de explosivos, mesmo sabendo que ele estava cometendo um crime.

    Mais:

    Novas armas russas recebem nomes após votação popular
    Kremlin: Reino Unido se recusa a admitir ausência de armas químicas na Rússia
    Netanyahu: Israel não vai permitir que inimigos tenham armas nucleares
    Tags:
    armamento, armas, exportação, imigração, Escritório de Alfândega e Proteção de Fronteiras, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik