07:10 19 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Representante permanente dos EUA na ONU, Nikki Haley

    EUA acusam Rússia na ONU por ataque a ex-espião

    © AFP 2018 / KENA BETANCUR
    Mundo
    URL curta
    Envenenamento de ex-espião russo (102)
    30321

    A embaixadora dos Estados Unidos nas Nações Unidas, Nikki Haley, disse nesta quarta-feira que Washington acredita em culpa de Moscou no caso do envenenamento de um ex-espião russo e de sua filha na Inglaterra no início deste mês.

    Segundo Haley, o Conselho de Segurança deveria tomar alguma atitude em relação ao caso. 

    "Os Estados Unidos acreditam que a Rússia é responsável pelo ataque a duas pessoas no Reino Unido utilizando um agente nervoso de grau militar", afirmou a embaixadora norte-americana. 

    Sergei Skripal, antigo membro do Departamento Central de Inteligência da Rússia (GRU) condenado em seu país por vender informações para a inteligência britânica, foi encontrado inconsciente junto com a sua filha em um banco de shopping da cidade inglesa de Salisbury no último dia 4. Com sintomas de intoxicação, os dois foram levados às pressas para o hospital, onde permanecem em estado grave.

    De acordo com as autoridades britânicas, Skripal, que vive no Reino Unido há anos na condição de asilado, teria sido infectado com uma substância neurotóxica, muito provavelmente por ordens do governo russo, opinião compartilhada pelas autoridades dos Estados Unidos.

    Tema:
    Envenenamento de ex-espião russo (102)
    Tags:
    envenenamento, espião, ONU, Yulia Skripal, Sergei Skripal, Nikki Haley, Salisbury, Reino Unido, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik