19:12 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Soldado sul-coreano passa por uma TV que transmite uma reportagem a respeito do mais recente teste com mísseis da Coreia do Norte. Dia 7 de junho de 2017

    Seul quer contribuição da Rússia nas negociações de paz da península coreana

    © REUTERS / Kim Hong-Ji
    Mundo
    URL curta
    670

    O representante especial do presidente da Coreia do Sul e conselheiro de segurança, Chung Eui-yong, informou nesta terça-feira (13) que Seul valoriza o papel construtivo da Rússia no estabelecimento da paz na península coreana.

    "A península coreana vive hoje um importante momento. O presidente da Coreia do Sul aprecia muito o papel construtivo da Rússia e do presidente Putin, a fim de estabelecer um processo de paz na península coreana para alcançar a desnuclearização da península ", disse o conselheiro de segurança em uma reunião com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

    "Aproveitando esta oportunidade, gostaríamos de pedir ao governo russo que apoiasse todos os processos que acreditamos serem pontos decisivos na história da península da Coreia, incluindo as reuniões agendadas entre os líderes das Coreias do Sul e do Norte, e a cúpula EUA-Coreia do Norte", acrescentou o diplomata sul-coreano.

    O chanceler russo, por sua vez, afirmou que a Rússia defende a redução das tensões na península coreana e o fim da retórica belicista.

    "A Rússia defende consistentemente a redução da tensão e a alteração da retórica belicista para formas concretas de buscar soluções mutuamente aceitáveis", disse Lavov durante a reunião em Moscou. 

    Mais:

    Japão e Coreia do Sul concordam em manter pressão sobre Pyongyang
    Comentando reunião com Kim, Trump diz que estratégia com Coreia do Norte 'foi um sucesso'
    Dá para acreditar? Trump diz que a Coreia do Norte prometeu parar os testes de mísseis
    China manterá pressão sobre Coreia do Norte, diz Washington
    Tags:
    desnuclearização, negociações de paz, Sergei Lavrov, Península Coreana, Coreia do Sul, Coreia do Norte, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik