12:44 18 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente Trump fala com jornalistas na Casa Branca

    'Veremos', diz Casa Branca sobre diálogo com Coreia do Norte

    © AP Photo / Evan Vucci
    Mundo
    URL curta
    12311

    A Casa Branca afirmou neste domingo (25) que irá adotar uma postura de cautela em relação a possível intenção da Coreia do Norte de buscar uma negociação diplomática - após meses de provocações e ameaças de guerra de ambos os lados.

    O gabinete do presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, publicou nota em que afirma que o delegado norte-coreano nos Jogos Olímpicos de Inverno disse querer sentar na mesa de negociação com Washington. 

    A nota afirma que Pyongyang tem "amplas intenções de manter conversações com os Estados Unidos". O comunicado também diz que "as relações Sul-Norte e as relações entre os EUA e a Coreia do Norte deveriam ser melhoradas em conjunto".

    A secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, esteve na Coreia do Sul para os Jogos Olímpicos de Inverno e afirmou que Donald Trump continua empenhado em alcançar a "desnuclearização completa, verificável e irreversível" da península. Ela também afirmou que a "campanha de pressão máxima" contra a Coreia do Norte continuará até que Pyongyang abandone seus projeto nuclear e balístico. 

    Os Estados Unidos aplicaram uma nova rodada de sanções unilaterais contra o país de Kim Jong-un na última semana.

    "Veremos se a mensagem de Pyongyang hoje, de que está disposta a manter conversações, representa os primeiros passos no caminho da desnuclearização", afirmou a Casa Branca em nota. "Enquanto isso, os Estados Unidos e o mundo devem continuar a deixar claro que os programas nucleares e de mísseis da Coréia do Norte são um beco sem saída".

    Trump já chegou a dizer seu secretário de Estado, Rex Tillerson, perdia seu tempo ao querer negociar com o "pequeno homem foguete" — maneira como já se referiu a Kim Jong-un.

    Mais:

    EUA preparam lista negra de navios russos por comercializar com Coreia do Norte
    Campanha dos EUA de isolamento diplomático da Coreia do Norte foi apoiada por 26 países
    Armas nucleares para reunificação: ex-embaixador dos EUA sugere planos da Coreia do Norte
    Trump anuncia maior pacote de sanções já aplicado contra Coreia do Norte
    Secretário-geral da ONU é 'capanga' dos EUA, acusa Coreia do Norte
    Coreia do Norte avança com desenvolvimento de novo reator nuclear
    Coreia do Norte frustra encontro histórico com Pence, revela governo dos EUA
    Tags:
    Departamento de Estado dos EUA, Casa Branca, Moon Jae-in, Rex Tillerson, Kim Jong-un, Sarah Huckabee Sanders, Donald Trump, Coreia do Norte, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik