11:26 13 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Confrontos entre torcida e polícia antes da partida entre Spartak de Moscou e Atlético de Bilbao pela Liga da Europa

    Torcedores russos se defenderam de provocações, diz dirigente sobre confrontos em Bilbao

    © REUTERS / Vincent West
    Mundo
    URL curta
    493

    O vice-presidente do clube de futebol russo Spartak de Moscou, Nail Izmailov, comentou nesta sexta-feira (23) os confrontos entre torcedores russos e policiais antes da partida entre o time russo e o Atlético de Bilbao pela Liga da Europa na última quinta-feira (22).

    Antes do jogo começar, houve confrontos entre os torcedores de ambas as equipes. De acordo com a polícia espanhola, nove pessoas foram detidas, entre as quais três eram cidadãos russos. Um policial morreu durante o incidente após sofrer um ataque cardíaco.

    De acordo com o dirigente russo, houve provocações contra as quais os torcedores russos tiveram que se defender.

    "Sabíamos desde o início que não seríamos felizes em Bilbao. Primeiro, na imprensa, apareceram 'histórias de horror' fictícias sobre os fãs do Spartak, em seguida, marchas de grupos radicais locais, medidas de segurança significativamente reforçadas. Era óbvio que haveria provocações. O que, de fato, aconteceu. E, claro, quando você é atacado — você tem que se defender", afirmou o vice-presidente do Spartak a jornalistas.  

    "Certamente, devemos entender cuidadosamente o que aconteceu. Mas prestem atenção em como os jogos da Liga dos Campeões e da Liga da Europa ocorrem na Rússia, em Moscou. Em particular, recentemente foi realizada uma partida com o 'Atlético' em Moscou. Todos esses jogos foram realizados em uma atmosfera de hospitalidade, segurança e conforto para os fãs", acrescentou.

    Com a bola rolando dentro de campo, a partida entre Spartak de Moscou e o Atlético de Bilbao terminou com uma vitória dos russos por 2 a 1.

    Tags:
    Spartak, Espanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik