11:12 17 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN

    OTAN deixa de considerar Rússia como ameaça

    © AP Photo / Virginia Mayo
    Mundo
    URL curta
    11166

    O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, em entrevista concedida à Foreign Policy, declarou que a Rússia não apresenta nenhuma ameaça à Aliança, contrariando o que ele disse dias antes.

    "Em primeiro lugar, não vimos nenhuma ameaça em relação a um dos países-membros da OTAN e sempre comento as situações hipotéticas cuidadosamente", disse.

    Na sexta-feira (16), durante a Conferência de Segurança de Munique, Alemanha, Jens Stoltenberg anunciou que "a ameaça nuclear está em pauta de novo", porque "a Rússia viola o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF)". No dia seguinte, ele acusou Moscou de desencadear "uma nova corrida nuclear" e acrescentou que "os parceiros da OTAN estão preocupados".

    Nos últimos anos, a Rússia tem se manifestado sobre atividades sem precedentes da OTAN perto de suas fronteiras ocidentais. Ao mesmo tempo, a OTAN alega que tais ações são "contenção da agressão russa". Moscou já proferiu sua preocupação com as forças crescentes da Aliança na Europa. O porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov, declarou que o país não representa ameaça a ninguém, mas sempre estará atento aos interesses potencialmente perigosos ao Estado.

    Mais:

    Stoltenberg: 'Todos países da OTAN agora estão dentro do alcance dos mísseis de Pyongyang'
    Mísseis russos em Kaliningrado: resposta simétrica à OTAN?
    Países da OTAN decidem criar zona militar na Europa
    Tags:
    ameaça, corrida nuclear, OTAN, Jens Stoltenberg, Alemanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik