19:54 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Prisão de Guantánamo

    Pentágono: detento de Guantánamo será transferido para Arábia Saudita

    © AP Photo / Charles Dharapak
    Mundo
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    O cidadão saudita Ahmed Mohammed Ahmed Haza al-Darbi, que confessou ter participado de um ataque a um navio petroleiro francês em 2002, será transferido da prisão de Guantánamo, em Cuba, para seu país natal.

    A transferência foi confirmada por Sarah Higgins, porta-voz do Pentágono. Os termos da mudança, entretanto, ainda não foram finalizados. 

    O ataque ao petroleiro MV Limburg matou um marinheiro da Bulgária, deixou uma dúzia de feridos e causou um vazamento de petróleo no Golfo do Áden. 

    Segundo a promotoria, o detento "tomou uma série de ações para garantir a conclusão bem sucedida do ataque ao MV Limburg, inclusive fornecendo ou obtendo vistos para os terroristas que realmente participaram do ataque, providenciando habitação, comprando equipamentos".

    Em sua confissão, Darbi também ofereceu provas contra Abd al-Rahim al-Nashiri, que enfrenta a pena de morte por ter planejado ao MV Limburg e o ataque ao USS Cole no Iêmen — que deixou 17 mortos.

    O advogado de Darbi não respondeu a um pedido de entrevista da agência de notícias AFP.

    Um total de 41 detentos estrangeiros estão detidos em Guantánamo, a prisão mantida pelos Estados Unidos em Cuba.

    Mais:

    Trump ameaça segurança nacional dos EUA mantendo Guantánamo, diz militar norte-americano
    Detento de Guantánamo sentenciado a 13 anos de prisão por terrorismo
    Canadense preso em Guantánamo aos 15 anos receberá indenização de US$ 8 milhões
    EUA transferem cidadão russo de Guantánamo para os Emirados Árabes Unidos
    Pentágono confirma tranferência de quatro presos de Guantánamo para a Arábia Saudita
    Tags:
    Donald Trump, Arábia Saudita, Cuba, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar