21:16 22 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Shell, a réplica da maior bomba nuclear soviética detonada, a AN-602 (Tsar-Bomb), em exposição em Moscovo, Rússia, 31 de agosto de 2015

    Moscou explica: a suposta ameaça russa na nova doutrina nuclear dos EUA é uma 'farsa'

    © REUTERS / Maxim Zmeyev
    Mundo
    URL curta
    3110

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia classifica de "falsificação explícita" a afirmação de Washington sobre a ameaça nuclear russa.

    Moscou afirmou que "o suposto interesse de Washington em relações estáveis ​​[com a Rússia] e a vontade de trabalhar construtivamente para reduzir os riscos parecem hipócritas" porque o documento norte-americano referente a nova doutrina nuclear possuia um caráter antirrusso.

    "Infelizmente, vemos que os Estados Unidos justificam sua política de acumulação em grande escala de armas nucleares com referências à modernização das forças nucleares da Rússia e ao suposto aumento do papel das armas nucleares na doutrina russa. Para o uso de armas nucleares e algumas estratégias agressivas. Tudo isso não tem nenhuma relação com o estado real das coisas ", informa a declaração do Ministério russo.

    A doutrina militar da Rússia estipula o uso de armas nucleares em dois cenários "puramente defensivos", explicou a Chancelaria russa.

    De acordo com o ministério, Moscou recorreria a armas nucleares somente em resposta à agressão com armas nucleares e outros tipos de armas de destruição em massa contra a Rússia e (ou) seus aliados. Ou em resposta à agressão com armas convencionais, no caso do Estado russo ser ameaçado.

    Além disso, os diplomatas russos recordam que, em 2014, a Doutrina militar russa adotou o termo "sistema de dissuasão não nuclear", que prevê a prevenção de conflitos militares, recorrendo à armas convencionais.

    Mais:

    EUA defenderão estratégia nuclear visando ameaças de Rússia e China
    EUA reconhecem superioridade nuclear da Rússia, diz mídia
    Rússia aumenta seu potencial nuclear em resposta à realidade que a rodeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik