04:38 02 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    113
    Nos siga no

    A Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) eliminou dados referentes aos 7 anos de vigilância, apesar de um embargo judicial.

    A agência alegou não ter conseguido manter os dados obtidos durante o programa de vigilância, realizado entre os anos de 2001 e 2007, segundo informou nesta sexta-feira o portal Politico.

    Desde 2007, a justiça obriga a agência a manter os dados do programa de vigilância eletrônica sobre os cidadãos norte-americanos, implementado por George W. Bush entre os anos de 2001 e 2007. Segundo a publicação, em 2014 a informação ainda estava disponível. No entanto, os dados foram apagados depois, alegadamente para liberar espaço.

    Também foram eliminadas as cópias reservas, feitas em 2009, 2011 e 2016.

    NSA se defendeu, dizendo que a informação não foi eliminada de propósito e que parte dos dados, referente ao período entre 2003 e 2007, ainda pode ser recuperada.

    Mais:

    Trump renova programa de vigilância da NSA
    Mais um: Funcionário da NSA declara-se culpado de roubar documentos secretos por 5 anos
    CIA e NSA não confirmam denúncia de aumento de espiões russos nos EUA
    Mídia: ferramenta roubada da NSA foi usada em ciberataque global desta sexta-feira
    Vice da NSA: para os EUA as revelações de Snowden foram mais negativas, do que positivas
    Novo Snowden? Mais um agente é preso nos EUA por roubar dados secretos da NSA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar