06:01 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Mike Pence, vice-presidente dos EUA, durante campanha eleitoral de 2016, em Nova Hampshire, 7/11/2016

    Pence: Washington está exercendo uma pressão sem precedentes contra a Coreia do Norte

    © REUTERS / Carlo Allegri
    Mundo
    URL curta
    629

    Os EUA não pararão de pressionar a Coreia do Norte enquanto Pyongyang não abandonar completamente seu armamento nuclear, declarou o vice-presidente dos EUA Mike Pence.

    Preparativos para a cimeira da UE em Bruxelas
    © Sputnik / Alexey Vitvitsky
    "A administração do presidente Donald Trump está realizando uma pressão econômica e diplomática sem precedentes contra a Coreia do Norte. O fato da Coreia do Norte estar pronta para negociar com a Coreia do Sul, pelo menos a respeito dos Jogos Olímpicos, em minha opinião, é resultado direto dessa pressão", disse Pence em um talk show com a jornalista Dana Loesch.

    Ele destacou que os EUA não deixarão de pressionar a Coreia do Norte, enquanto o país não abandonar os seus programas nuclear e balístico.

    Segundo ele, Washington conta com apoio de seus aliados, bem como do líder chinês, Xi Jinping.

    No dia 8 de janeiro, UE ampliaram as sanções contra a Coreia do Norte.

    Mais:

    Kim Jong-un ordena normalizar relações com Coreia do Sul
    É revelado por que Trump não ataca Coreia do Norte
    Sabotagem de Kim? Coreia do Norte pode lançar míssil balístico em janeiro, diz mídia
    Secretário de Estado dos EUA: 'Forte ação militar é uma opção com a Coreia do Norte'
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik