06:13 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

    Enviado especial: Rússia está disposta a ajudar nos esforços de paz na península coreana

    © Sputnik / Iliya Pitalev
    Mundo
    URL curta
    540

    O Enviado Adjunto da Rússia para a ONU, Vladimir Safronkov, declarou nesta sexta-feira (22) que Moscou apela a todas as partes da crise coreana a se esforçarem para diminuir as tensões na península coreana. Segundo ele, a Rússia está pronta para promover esses esforços.

    A declaração do diplomata russo foi após a votação no Conselho de Segurança da ONU que aprovou por ananimidade uma resolução que introduz novas sanções contra Pyongyang.

    "Mais uma vez pedimos às partes interessadas a adotar prontamente medidas práticas com o objetivo de diminuir as tensões", disse Safronkov. Ele destacou que "a Rússia está pronta para promover esses esforços e já está facilitando tais esforços".

    De forma unânime, o Conselho de Segurança votou nesta sexta-feira (22) a favor de adotar novas sanções contra o país liderado por Kim Jong-un. A medida é uma resposta à continuidade dos testes com mísseis balísticos feitos pelo país.

    Na noite de 28 para 29 de novembro de 2017, a Coreia do Norte fez seu primeiro teste com mísseis desde 15 de setembro do mesmo ano. O míssil foi lançado da cidade de Pyongsong, a 20 km da capital norte-coreana, Pyongyang. Na ocasião, a Coreia do Norte afirmou ter capacidade de atingir todo o território dos Estados Unidos.

    Mais:

    Conselho de Segurança da ONU adota resolução contra Coreia do Norte por unanimidade
    Preparação para guerra? Rússia reforça defesa na fronteira com Coreia do Norte
    Incêndio em prédio deixa quase 30 mortos na Coreia do Sul
    Tags:
    península coreana, resolução, sanções, Conselho de Segurança da ONU, Vladimir Safronkov, Coreia do Norte, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar