18:15 18 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Homem judeu em Jerusalem durante as manifestações, 16 de junho, 2016

    Ministro alemão propõe criar cargo de comissário para antissemitismo

    © AFP 2018/ GALI TIBBON
    Mundo
    URL curta
    0 0 0

    O ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maiziere, propôs a criação de um cargo de comissário para o antissemitismo no novo governo federal do país.

    "Eu acho que o cargo de comissário para o antissemitismo deve ser introduzido não só por causa dos últimos incidentes", disse o ministro à mídia local.

    O governo alemão condenou os atos antissemitas e anti-israelenses ocorridos nas cidades alemãs após as declarações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel.

    Em algumas regiões da Alemanha, os manifestantes queimaram a bandeira israelense em protesto à decisão dos EUA. 

    "Não podemos permanecer indiferentes à queima pública de bandeiras", afirmou o ministro.

    Em 6 de dezembro, a Casa Branca anunciou que reconheceria Jerusalém como a capital de Israel e que iria transferir a embaixada dos EUA a Tel Aviv.

    Mais:

    EUA e Israel sozinhos: China apoia Jerusalém Oriental como capital da Palestina
    Mapas mostram o que aconteceria se Israel tivesse sido fundado na América Latina ou Europa
    Miss Iraque foge de seu país por causa de polêmica foto com Miss Israel
    Faixa de Gaza: 260 palestinos ficaram feridos em protestos contra Israel
    Tags:
    capital, judeu, reconhecimento, Jerusalém, Jerusalem, Alemanha, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik