22:42 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Venezuela's President Nicolas Maduro gestures as he speaks during a session of the National Constituent Assembly

    EUA condenam proposta da Venezuela de excluir a oposição em futuras eleições

    © REUTERS / Carlos Garcia Rawlins
    Mundo
    URL curta
    535

    O Departamento de Estado norte-americano condenou nesta segunda-feira (11) a proposta do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, de proibir que os partidos da oposição participem nas eleições presidenciais no próximo ano.

    "O povo venezuelano merece o direito de expressar seus pontos de vista e seu consentimento para a governabilidade, através de um processo democrático livre e justo que esteja aberto a todos os candidatos", informou o Departamento de Estado em um comunicado. 

    No último domingo (10) foram realizadas eleições municipais na Venezuela, em que três dos principais partidos da oposição boicotaram a votação. O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, afirmou que estes partidos deveriam ser proibidos de participar de futuras eleições. Os oposicionistas que boicotaram as eleições regionais alegaram que o sistema eleitoral do país não é confiável. 

    A escolha dos prefeitos para os 335 municípios da Venezuela foi a última eleição nacional prevista antes da corrida presidencial do próximo ano, na qual Maduro deverá buscar a reeleição apesar da sua alta impopularidade.

    Mais:

    Maduro diz que partido do governo venceu maioria das eleições municipais da Venezuela
    Venezuela: oposição boicota eleição para prefeitos e população se abstém
    Cientistas apresentam detalhes sobre pinturas rupestres de 2.000 anos na Venezuela (FOTOS)
    Tags:
    democracia, boicote, eleições, oposição, Departamento de Estado dos EUA, Nicolás Maduro, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik