01:54 16 Julho 2018
Ouvir Rádio
    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, fala a parlamentares durante uma reunião do partido no parlamento em Ancara, 7 de novembro de 2017

    Erdogan: EUA estão tentando castigar e desacreditar a Turquia

    © REUTERS / Umit Bektas
    Mundo
    URL curta
    3130

    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, acusou os Estados Unidos de tentar castigar e desacreditar o seu país, informou a emissora NTV.

    "Eles [os EUA] estão tentando nós castigar, nós julgar e nós desacreditar, porque não queremos seguir os cenários mais óbvios, que estão sendo realizados com apoio de forças em nosso país. Eles fazem isso com ajuda do FETO (organização considerada terrorista por Ancara e liderada pelo clérigo islâmico Fetullah Gulen — Sputnik). No entanto, eles devem saber que não podem nós enganar", declarou o líder turco.

    Erdogan também acusou os EUA de apoiar o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

    Mais cedo, o porta-voz do presidente da Turquia, Ibrahim Kalin, declarou que as autoridades norte-americanas precisam recolher todas as armas e munições cedidas pelos EUA nos últimos anos aos curdos sírios.

    Mais:

    Armas nucleares dos EUA na Turquia: medida de segurança ou ameaça real?
    EUA reconhecem tensão nas relações bilaterais com a Turquia
    EUA exigem que Turquia apresente provas por ter acusado e detido funcionários consulares
    Especialista: posições distintas sobre Síria, Rússia e curdos destroem relação EUA-Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik