00:46 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira da Venezuela

    Oposição venezuelana: colaboração de cinco países para solucionar crise é uma 'conquista'

    © AP Photo / Rodrigo Abd
    Mundo
    URL curta
    640

    É uma conquista que os ministros de cinco países estejam presentes no encontro do diálogo entre o governo e a oposição venezuelana, que está sendo realizada na República Dominicana. A declaração é do presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Julio Borges, antes de entrar na reunião.

    "Para nós como venezuelanos […] é a conquista de ter tido hoje, sentados aqui cinco ministros das Relações Exteriores, chegamos hoje para encontrar uma solução para esses problemas da Venezuela", disse o deputado da oposição à imprensa.

    Borges referiu-se aos ministros das Relações Exteriores Heraldo Muñoz, do Chile, Luis Videgaray, do México, Denis Moncada, da Nicarágua, e Miguel Vargas, da anfitriã República Dominicana. A Bolívia foi representada pelo ministro do governo Carlos Romero.

    Desde à chegada a Santo Domingo, verificou-se que a delegação da oposição realizou reuniões com representantes dos países que acompanham o processo.

    Borges foi o único que ofereceu declarações à imprensa nacional e internacional e assegurou que, no final do dia, serão fornecidos detalhes da reunião.

    Esta primeira fase do diálogo foi dividida em duas reuniões, que se realizam nesta sexta-feira e uma prevista para sábado, na qual não se sabe se os países garantes participarão.

    Mais:

    Maduro: Venezuela está pronta a deixar de fornecer petróleo aos EUA
    Venezuela: ex-chefes de petróleo são presos por corrupção
    Ativistas dos direitos humanos denunciam tortura e repressão a opositores na Venezuela
    Vice-presidente da Venezuela insinua que Maduro tentará a reeleição em 2018
    Opinião: Rússia estende a mão à Venezuela, enquanto outros a afundam
    Tags:
    diálogo, reunião, crise política, oposição, República Dominicana, Santo Domingo, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar