14:33 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Manifestantes com bandeiras da Frente al-Nusra

    Rússia acusa oposição síria de não combater terroristas em zona de segurança

    © REUTERS / Khalil Ashawi
    Mundo
    URL curta
    360
    Nos siga no

    O Centro Russo para a Reconciliação da Síria afirmou neste sábado (25) que a oposição síria não realiza nenhum combate contra os terroristas da Frente al-Nusra no sul do país.

    "Como resultado do monitoramento da zona de segurança no sul do país, os oficiais observaram que os terroristas da Frente al-Nusra estavam operando perto da região de Beyjin. Os terroristas conduzem ofensivas contra o Exército da Síria periodicamente. Até então, nenhuma medida foi tomada pela oposição na região para combater os terroristas na zona de segurança do sul", declarou o chefe do Centro, general Sergei Kuralenko. 

    Segundo ele, a situação na região deteriorou-se por conta da presença de grupos armados, designados como terroristas pela comunidade internacional. 

    As zonas de segurança na Síria estão localizadas na província de Idlib, uma área ao norte da cidade de Homs, no leste de Ghouta, e no sul da Síria.

    As zonas acolhem refugiados e são usadas para melhorar a distribuição da ajuda humanitária. O acordo é para criação dessas zonas é que o governo sírio e as forças de oposição não se envolvam em conflitos nas zonas de segurança.

    Mais:

    EUA desejam cooperar com a Rússia para formação de zonas de segurança na Síria
    Moscou: zonas de segurança na Síria não são um ensaio para possível divisão do país árabe
    Rússia e Turquia seguirão cooperando em zonas de segurança na Síria
    Irã pode enviar militares para policiar zonas de segurança na Síria
    EUA reconhecem que terroristas ligados à Frente al-Nusra usaram armas químicas
    Chanceler russo: EUA e seus aliados guardam Frente al-Nusra para derrubar governo de Assad
    Tags:
    oposição, terrorismo, Centro Russo para a Reconciliação Síria, Frente al-Nusra, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar