06:40 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Embarcação da Guarda Revolucionária do Irã.

    Navios de guerra do Irã visitarão o Golfo do México e América Latina

    © AP Photo / Vahid Salemi
    Mundo
    URL curta
    15263
    Nos siga no

    Embarcações da Marinha do Irã visitarão em breve a América Latina e o Golfo do México, afirmou seu novo comandante, Hossein Khanzadi, em entrevista coletiva.

    "Nossa frota de navios de guerra será enviada para o Oceano Atlântico no futuro próximo e visitará um dos Estados amigáveis ​​da América do Sul e do Golfo do México", disse Khanzadi segundo a agência de notícias Fars.

    O novo comandante também anunciou planos de estabelecer uma nova frota de navios e submarinos no próximo ano e modernizar as embarcações e helicópteros. Khanzadi disse que reforçará a frota do Mar Cáspio e que a Marinha pretende construir um aeroporto na cidade portuária de Jask.

    No início deste mês, o ex-chefe da Marinha, Habibollah Sayyari, disse que era um objetivo chave a projeção territorial das embarcações de Teerã.

    "Navegar em águas abertas entre a Europa e as Américas deve ser o objetivo da Marinha, que será realizado em um futuro próximo", declarou Sayyari.

    Em 2014, o Irã enviou suas embarcações para o Golfo do México como forma de protesto contra a constante presença naval dos EUA no Golfo Pérsico por meio da Quinta Frota, sediada no Bahrein.

    Embarcações do Irã e dos Estados Unidos já estiveram próximas de um confronto nesse ano. Em julho, um porta aviões estadunidense da classe Nimitz disparou tiros de aviso contra barcos do Corpo da Guarda Revolucionária do Irã. Teerã classificou o episódio como "um movimento provocativo e não profissional". 

    Alguns dias antes, o Pentágono afirmou que o USS Thunderbolt fez disparos de advertência contra embarcações do Irã por "ações provocativas". Já o Irã afirma que os disparos foram feitos como uma maneira de intimidação.

    Mais:

    Damasco aprova declaração conjunta da Rússia, Irã e Turquia sobre crise síria
    OTAN fará surgir aliança entre Rússia, Turquia e Irã devido a seus próprios erros?
    Irã: Riad 'alimenta terroristas e trava guerra', enquanto Teerã trabalha para a paz
    Riad e aliados voltam a acusar Irã e Hezbollah de interferência em outros países
    Inteligência de Israel tenta minar programa nuclear do Irã?
    'Basta!': Sauditas dizem que Líbano virou 'refém' do Hezbollah por influência do Irã
    Tags:
    Mar Cáspio, Estados Unidos, Bahrein, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar