16:14 18 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Logo da empresa Google

    Google: 'não há planos concretos' para dificultar a busca por notícias da RT e da Sputnik

    © REUTERS / Dado Ruvic
    Mundo
    URL curta
    Métodos de gestão de notícias do Google preocupa Rússia (5)
    332
    Nos siga no

    Neste sábado, Eric Schmidt, presidente executivo da empresa Google Alphabet, disse que o Google pretende adotar algoritmos que tornariam mais difícil a busca por artigos da agência Sputnik e da emissora RT no serviço Google News.

    Schmidt não quis comentar sobre o fato de um software ocultando informações poder ser considerado como censura. Ao descrever as atribuições do novo algoritmo em desenvolvimento, o executivo apenas afirmou que seria capaz de detectar informações repetitivas e falsas.

    No entanto, um representante do Google disse à Sputnik que o gigante tecnológico não tinha planos concretos para reduzir a avaliação da mídia russa nos resultados de busca, incluindo os meios de comunicação concretos, como RT e Sputnik.

    "Ele [Eric Schmidt] estava se referindo aos esforços contínuos para melhorar a qualidade da pesquisa (por exemplo, as mudanças que anunciamos em abril), sem planos concretos. Além disso, nós não mudamos os nossos algoritmos para alterar o ranqueamento de sites individuais", disse o representante da empresa.

    A redatora-chefe da RT e da Sputnik, Margarita Simonyan, criticou o Google por seus planos de criar ferramentas específicas para baixar a avaliação de materiais dos meios de comunicação no Google News.

    "É bom ter o registro do Google desafiando toda lógica e razão: os fatos não são permitidos quando vêm da RT, 'porque é coisa da Rússia'. Mesmo quando temos gravação do representante do Google no Congresso afirmando que não foram encontrados rastros de manipulação de sua plataforma, nem violações de sua política por parte da RT", disse Simonyan em um comunicado na segunda-feira.

    Enquanto isso, Eric Schmidt observou que o Google está tentando impedir a distribuição do conteúdo desses meios de comunicação, mas que não quer banir os próprios sites.

    Google corta notícias que não são do seu agrado, ou seja, as russas
    © Sputnik / Vitaly Podvitsky
    Google corta notícias que não são do seu agrado, ou seja, as russas
    Tema:
    Métodos de gestão de notícias do Google preocupa Rússia (5)

    Mais:

    Deputado russo diz que ação do Google contra RT e Sputnik é ‘bombardeio e agressão direta’
    Google corta notícias que não são do seu agrado, ou seja, as russas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar