09:44 13 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1022
    Nos siga no

    O Departamento de Estado dos EUA anunciou bons resultados da pressão exercida contra a Coreia do Norte e convocou mais países a aderir à política de sanções contra Pyongyang.

    "Estamos realizando uma campanha para exercer o máximo de pressão possível e pedimos aos governos de outros países que façam a sua parte, de modo a impedir os fluxos financeiros no sentido da Coreia do Norte. Estamos observando e há sucessos", disse a porta-voz do Departamento, Heather Nauert.

    Ela destacou que esse comportamento, como o do Sudão, que se recusou a comprar armamentos norte-coreanos, bem como as medidas adotadas por outros países, "isola ainda mais a Coreia do Norte".

    Nesta segunda-feira, 21 de novembro, os EUA ampliaram ainda mais as sanções econômicas contra a Coreia do Norte.

    Mais:

    Crise da Coreia do Norte está na pauta da próxima conversa de Putin e Trump
    'Dragão asiático' interfere na briga entre EUA e Coreia do Norte
    'Chamar Coreia do Norte de patrocinadora do terrorismo é porta para ações militares'
    Kim Jong-un e sua saúde estão influenciando a pausa nos testes da Coreia do Norte?
    EUA recolocam a Coreia do Norte em lista de apoiadores do terrorismo mundial
    Fim do silêncio: Coreia do Norte lançará míssil até o fim do ano, diz agência sul-coreana
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar