00:40 15 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Agência antidoping WADA

    Rússia denuncia tentativas de usar esporte para exercer pressão política

    © REUTERS / Sergei Karpukhin
    Mundo
    URL curta
    431

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia comunicou neste sábado (18) que as tentativas de usar os principais eventos esportivos internacionais para exercer pressão política estão se tornando mais freqüentes.

    "É lamentável que ultimamente as tentativas de usar as grandes competições internacionais e a questão do esporte em geral tornaram-se mais freqüentes para exercer pressão e alcançar objetivos conjunturais", diz o comunicado.

    A declaração da diplomacia russa surge após o comentário do presidente da Agência Mundial Antidoping (WADA), Craig Reedie, que disse em uma entrevista que a desvinculação do esporte da política é um "sonho impossível".

    Em novembro de 2015, a WADA acusou a Rússia de múltiplas violações das regras antidoping. A WADA declarou também que a Agência Russa Antidoping (RUSADA) não corresponde ao código antidoping.

    As autoridades russas afirmaram repetidamente que no país não existe um programa de apoio estatal ao uso de doping no esporte.

    A decisão final sobre a participação da Rússia dos Jogos Olímpicos de 2018 deve ser tomada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) no início de dezembro.

    Mais:

    Dirigente norte-americano diz que a WADA é a 'raposa que guarda o galinheiro'
    COI: WADA não tem bastantes provas contra atletas russos
    Interpol se junta à WADA em novo projeto de combate ao doping
    Hackers divulgam nova leva de documentos denunciando WADA
    Tags:
    pressão política, doping, esporte, Olimpíadas, Jogos Olímpicos, WADA, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik