16:04 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Editora-chefe da Sputnik e do RT Margarita Simonyan

    EUA provam não acreditar em seus próprios valores ao perseguir a RT

    © Sputnik / Aleksei Nikolsky
    Mundo
    URL curta
    4110
    Nos siga no

    A redatora-chefe da emissora RT, Margarita Simonyan, durante um discurso na conferência internacional News Xchange, disse que com suas atitudes contra o canal russo os EUA demonstram ao mundo não acreditar nos próprios valores.

    "Eu considero qualquer limitação ao trabalho de jornalistas, não importa onde isso aconteça, um erro. Acredito que os EUA erram ao mostrar para o mundo não acreditarem em seus próprios valores, ao não permitirem o trabalho livre de meios de comunicação em massa. Ou seja, aquilo que eles cobram de todos nós", disse Simonyan. 

    Segundo a redatora-chefe da RT, não será uma surpresa se a Rússia passar a exigir o registro de imprensa norte-americana financiada pelo governo, taxando esses organizações como agentes estrangeiros.

    "Na Rússia não existe nem lei para isso, o que demonstra que a Rússia não pretendia fazer isso, não estava pronta para isso", destacou a jornalista, ao comentar a nova lei sobre imprensa estrangeira que está tramitando no parlamento russo.

    Ela destacou que a Rússia sempre deixou claro que as ações dos EUA contra a RT seriam retaliadas.

    Mais:

    Putin promete retaliação após medidas restritivas contra a Sputnik e RT nos EUA
    Guerra dos EUA contra mídia russa não parará após RT se registrar como agente estrangeiro
    EUA exigem registro do RT como agente estrangeiro até 13 de novembro
    Moscou: proibição do Twitter a Sputnik e RT reflete sua dependência a autoridades dos EUA
    Decisão do Twitter em proibir anúncios do RT e Sputnik 'é política', diz analista
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar