07:11 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Seca

    Fome avança e atinge 815 milhões no mundo todo; Brasil pode voltar ao Mapa da Fome

    CC BY-SA 2.0 / Carlos Adampol Galindo / Aridez do terreno de Regresso a Uyuni, Bolívia
    Mundo
    URL curta
    740

    A fome aumenta. São 815 milhões de pessoas no mundo todo que consomem menos calorias do que o recomendado.

    Os números são da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) que divulga desde 1990 o Mapa da Fome — levantamento de países onde mais de 5% da população não come o mínimo para ter uma vida saudável.

    A pesquisa indicou que a fome cresceu: em 2015, ela atingia 775 milhões, já em 2016 passou a afetar 815 milhões. O aumento, diz a FAO, foi puxado por fatores como a mudança climática, conflitos armados e a recessão econômica. É o primeiro aumento na fome após 15 anos de queda.

    O Brasil, que figurou no Mapa da Fome até 2014, pode voltar para a triste colocação. A previsão foi feita pelo brasileiro e diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, em entrevista ao UOL.

    Esta possibilidade já havia sido divulgada pela ONG ActionAid em julho. 

    A presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional Elizabetta Recine partilha da mesma opinião. Para ela, a crise econômica e política ameaçam a segurança alimentar do brasileiro.

    A presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional destacou em entrevista exclusiva à Sputnik Brasil que existe um "desmonte" das políticas que permitiram o Brasil sair do Mapa da Fome. São elas: o aumento do salário mínimo, politicas públicas de transferência de renda e políticas de agricultura familiar.

    De 2002 a 2013, caiu em 82% o número de brasileiros em situação de subalimentação, afirma a FAO.

    Na América do Sul, os três países com maiores índices da população que não ingere a quantidade adequada de calorias são: Venezuela (13%), Equador (12,1%) e Paraguai (12%).

    Mais:

    Inverno nuclear: Mundo pode viver seca e fome com o menor ataque atômico, revela estudo
    'Vi minha mãe morrer de fome': Um relato de quem conseguiu fugir da Coreia do Norte
    Inferno na Europa: cadáver de monge conta a tragédia da fome medieval (FOTOS)
    Comida para fortes: grilos, cupins e outros insetos que salvam da fome
    Holocausto da Fome: Mundo enfrenta pior crise humanitária desde 1945
    Somália: 110 morreram de fome nas últimas 48 horas
    Tags:
    FAO
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik