22:33 25 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Manifestante com a máscara de Trump durante marcha contra uso de combustíveis fósseis em Bonn, Alemanha.

    Às vésperas da COP23, milhares marcham na Alemanha contra o uso de carvão mineral

    © REUTERS/ Wolfgang Rattay
    Mundo
    URL curta
    0 42

    Milhares de pessoas tomaram as ruas de Bonn, na Alemanha, nesta sábado (4) para protestar contra o uso de carvão mineral como fonte energia elétrica.

    O uso de carvão é um tema sensível na Alemanha já que a chanceler Angela Merkel busca formar uma coalizão com dois partidos com visões opostas sobre o assunto: o Partido Verde e o Partido Democratas Livres.

    A cidade alemã irá receber a COP23 entre 6 a 17 de novembro. A 23° Conferência do Clima terá como um dos seus principais objetivos fazer um balanço das medidas implementadas após o Acordo de Paris. 195 países irão participar do encontro.

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou seu país do Acordo do Paris. Ele acredita que o aquecimento global é uma farsa e é um defensor da indústria do carvão.

    Os manifestantes estimaram o público da marcha em 25 mil pessoas. Já um porta-voz da polícia local ouvido pela agência Reuters afirmou não ter um dado oficial, mas estimou em 10 mil pessoas o número de presentes.

    Mais:

    Comercialização do espaço ou menosprezo do clima? Que esperar do potencial chefe da NASA?
    Paris quer banir carros a diesel e gasolina até 2030
    Macron revela que tentou convencer Trump a voltar ao Acordo de Paris
    Decisão de Trump sobre Acordo de Paris pode deixar Nova York embaixo d’água, diz estudo
    Tags:
    Angela Merkel, Donald Trump, Alemanha, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik