05:16 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1161
    Nos siga no

    Uma repórter da agência de notícias McClatchy News chocou todos os presentes em um programa do canal de TV MSNBC após afirmar que a Coreia do Norte poderia vir a testar um míssil durante a visita do presidente dos EUA, Donald Trump, à Ásia em novembro.

    "O que os especialistas estão me dizendo é que a Coreia do Norte poderia vir a realizar um teste de míssil enquanto o presidente Trump estiver de visita", disse a repórter da McClatchy News, Anita Kumar."Isso vai pressioná-lo enquanto estiver na China ou Coreia do Sul", afirmou, acrescentando que o presidente norte-americano deverá decidir como deve agir em tal situação. 

    Não é a primeira vez que Pyongyang escolhe data simbólica para lançar seus mísseis. Em 4 de julho, Dia da Independência dos EUA, a Coreia do Norte testou com sucesso seu míssil Hwasong-14, que afirma ser intercontinental. Anteriores testes norte-coreanos tiveram por objetivo responder a exercícios militares dos Estados Unidos e da Coreia do Sul.

    Espera-se que durante sua turnê pela Ásia, Trump visite a Corei do Sul, a China, o Vietnã e as Filipinas. No entanto, segundo Kumar, "a prioridade número 1 do presidente é a Coreia do Norte".

    Desde sua posse em janeiro, Trump fez da Coreia do Norte o foco de sua política externa, assumindo uma posição mais dura e hostil em relação a Pyongyang se comparado aos presidentes antecessores.

    Ainda não está claro se Trump visitará a Zona Desmilitarizada da Coreia (ZDC), durante visita à Coreia do Sul. Os três antecessores dele todos visitaram a zona, mas, de acordo com a Casa Branca, improvisos e questões de segurança podem afastar Trump de visitar a zona.

    Quando perguntado se vai ou não visitar a ZDC, Trump disse: "Bom, prefiro não dizer, mas vocês ficarão surpresos."

    Caso a Coreia do Norte não realize um teste na segunda ou terça-feira, então outubro será o primeiro mês desde o começo do impasse sem testes norte-coreanos.

    Mais:

    'Vamos todos morrer': EUA avaliam baixas em uma possível guerra com Coreia do Norte
    Secretário de Defesa dos EUA: treinamos constantemente para repelir ataque de Pyongyang
    Tags:
    previsão, testes de mísseis, visita, zona desmilitarizada, Donald Trump, Coreia do Sul, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar