19:36 19 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Membros do grupo radical Talibã, do Afeganistão (foto de arquivo).

    Moscou condena declaração do presidente afegão sobre suposto apoio russo ao Talibã

    © AP Photo/ Allauddin Khan
    Mundo
    URL curta
    798871

    O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse hoje que é inadmissível a declaração do presidente afegão, Ashraf Ghani, sobre o suposto apoio russo ao grupo Talibã, acusação também feita anteriormente pelos Estados Unidos, que mantêm uma operação militar no país desde 2001.

    "Consideramos inaceitáveis as ditas declarações por parte do mandatário do amistoso Afeganistão. Recordamos que altos cargos afegãos, várias vezes e em distintos níveis, confirmaram a inconsistência dessas acusações contra Moscou", disse a chancelaria russa em comunicado. 

    Órgãos de mídia do Afeganistão informaram que o líder do país teria feito comentários polêmicos sobre a Rússia durante sua recente visita à província de Paktia, onde um ataque de insurgentes do Talibã provocou a morte de dezenas de agentes das forças de segurança locais na última semana. 

    Ainda de acordo com a nota, Moscou pede que a liderança afegã não siga cegamente a histeria antirrussa difundida pela mídia ocidental. 

    Mais:

    Atentado do Talibã mata 15 no Afeganistão
    Ataque do Talibã deixa policiais mortos no norte do Afeganistão
    Polícia afegã mata 90 militantes do Talibã
    Tags:
    Talibã, Paktia, Moscou, Afeganistão, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik