04:36 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Kremlin de Moscou

    Moscou lamenta a decisão de Trump de não certificar acordo nuclear com o Irã

    © Sputnik/ Vladimir Sergeev
    Mundo
    URL curta
    71908210

    O ministério das Relações Exteriores da Rússia lamentou a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de não certificar o acordo o acordo nuclear iraniano.

    "Nós lamentamos a decisão do presidente dos Estados Unidos de não certificar ao Congresso a implementação conscienciosa de Teerã do Plano de Ação Conjunto Global sobre o programa nuclear iraniano", afirmou o ministério em comunicado.

    A chancelaria russa também afirmou que continua comprometida com a preservação e implementação do acordo e pediu para todos os participantes "fazerem o mesmo".

    O vice-chanceler russo, Sergei Ryabkov, afirmou que Moscou pretende buscar a colaboração com os outros signatários do acordo nuclear e "intensificar o dialógo com os Estados Unidos":

    "Agora nós vamos analisar as consequências… levando em consideração as discussões no Congresso dos Estados Unidos. Nós vamos cooperar de maneira próxima com os outros participantes do Plano de Ação Conjunto Global e, é claro, vamos intensificar o diálogo com os Estados Unidos".

    Para Ryabkov, a decisão de Trump não "fortalece a confiança nos meios diplomáticos" e transforma "questões que pareciam estar fechadas e resolvidas de uma maneira satisfatórias para todos os envolvidos" em um "problema político".

    O Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, na sigla em inglês), como é conhecido o acordo nuclear, estabelece condições para que o programa nuclear iraniano funcione com fins estritamente energéticos. O acordo foi assinado em 2015 por líderes dos Estados Unidos, Alemanha, China, França, União Europeia, Rússia e Reino Unido.

    Mais:

    Poderá Força Aérea do Irã vencer aviões dos EUA em uma guerra?
    Revelada nova estratégia da Casa Branca para conter Irã
    Por que Trump 'nunca vai recorrer a confronto militar' com Irã
    Curdistão: Após ordem de prisão por referendo, Iraque e Irã planejam 'grande ataque'
    Rússia quer mediar reaproximação entre 'inimigos' Irã e Arábia Saudita
    Rússia: Irã tem direito de sair do acordo nuclear se EUA reestabelecerem sanções
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Ryabkov, Donald Trump, Irã, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik