06:04 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Membros da Brigada do Hezbollah no Iraque, onde o grupo libanês participa das operações para deter o avanço do Estado Islâmico

    Hezbollah acusa EUA de proteger Daesh dos ataques da Síria

    © AFP 2019 / HAIDAR HAMDANI
    Mundo
    URL curta
    6100

    O líder do grupo Hezbollah, Sayyed Hassan Nasrallah, declarou que a aviação dos EUA protege os terroristas de Daesh (Estado Islâmico) dos ataques das tropas do governo sírio.

    "Os EUA protegem Daesh em várias áreas e impedem o Exército sírio de acabar com os terroristas, usando a aviação", disse ele em um discurso transmitido na mídia local.

    Nasrallah disse que as tropas sírias e seus aliados devem eliminar todos os terroristas até a fronteira com o Iraque, porque, de acordo com ele, se o Daesh tiver uma pequena parte do território sírio, irá atacar de novo.

    Segundo o líder do Hezbollah, os jihadistas mantêm apenas uma pequena área sob seu controle na província de Deir ez-Zor.

    A coalizão internacional liderada pelos EUA atua na Síria com operações contra o Daesh desde 2014, mas não tem o consentimento oficial de Damasco.

    Os EUA já enfrentaram uma série de acusações de envolvimento com o grupo jihadista. Em setembro, em particular, o Ministério da Defesa russo publicou uma foto aérea da localização de combatentes do Daesh ao norte de Deir ez-Zor, em que foi observado o equipamento de unidades das tropas especiais dos EUA. 

    Mais:

    Irã promete tratar o exército dos EUA como Daesh, se as novas sanções forem confirmadas
    Guardiões da Revolução Islâmica procuram considerar exército dos EUA equivalente a Daesh
    Combatentes do Daesh atacam tropas sírias a partir de zona 'da missão militar dos EUA'
    Sem reconhecer referendo, EUA erram e fortalecem o Daesh, diz líder do Curdistão
    EUA e Israel querem caos no Oriente Médio com 'fracasso do projeto Daesh', diz Hezbollah
    Tags:
    coalizão internacional, terroristas, Hezbollah, Estado Islâmico, Daesh, coalizão internacional, Deir ez-Zor, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar