18:39 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    614
    Nos siga no

    O novo embaixador dos EUA na Rússia, Jon Huntsman, manifestou neste sábado a esperança de que Moscou e Washington unidos podem convencer a Coreia do Norte a negociar o seu programa nuclear e de mísseis.

    "Penso que, agindo em conjunto, EUA e Rússia poderiam forçar o regime da Coreia do Norte a sentar numa mesa de negociações pra encontrar uma solução diplomática", disse Huntsman ao participar de uma cerimônia fechada em Salt Lake City, nos Estados Unidos. 

    A cidade é capital do estado de Utah, do qual o diplomata já foi governador. A cerimônia sua homenagem, segundo a agência de notícias Associated Press, foi prestigiada, entre outros convidados, pelo senador Orrin Hatch e pelo congressista

    Mia Love, bem como pelo pai do novo embaixador, o bilionário Jon Huntsman Sr.

    O embaixador garantiu aos presentes que pretende melhorar as relações entre Moscou e Washington. No entanto, segundo ele, a solução do conflito na Ucrânia terá um papel fundamental nisso. "Essa é uma questão não só para os EUA, mas também para a Europa, o Canadá e praticamente todos os países desenvolvidos", disse ele.

    Nesta terça-feira Huntsman entregou as suas credenciais ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, em uma solenidade no Kremlin. Putin declarou que Moscou defende "uma cooperação construtiva, clara e mutualmente vantajosa" com os EUA, fundamentada "nos princípios da igualdade, do respeito aos interesses nacionais e da não interferência em assuntos internos".

    Mais:

    Embaixador dos EUA em Moscou sobre retirada das sanções: está longe de acontecer
    Embaixador dos EUA na Rússia deixará Moscou em uma semana
    Tags:
    Rússia, EUA, Coreia do Norte, Jon Huntsman, relações bilaterais
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar