23:47 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Em 3 de setembro, as autoridades da Coreia do Norte informaram ter realizado um teste bem-sucedido de uma bomba de hidrogênio que pode ser instalada em um míssil balístico intercontinental

    Coreia do Norte acusa EUA de tentarem 'destruir a civilização atual'

    © AP Photo / Jon Chol Jin
    Mundo
    URL curta
    14172

    O embaixador norte-coreano na ONU acusou a política exterior dos Estados Unidos de impedir o desenvolvimento de outros países e resultar em "destruição da civilização atual".

    O embaixador norte-coreano na ONU falou sobre as medidas globais de desenvolvimento destinadas a pôr fim à pobreza extrema até 2050, melhorar a saúde e promover a educação.

    Na reunião, realizada na terça-feira (3), na Assembleia Geral das Nações Unidas, o representante da Coreia do Norte, Ja Song Nam, acusou os EUA de tentarem impedir o desenvolvimento económico introduzindo sanções contra os países, o que leva à "destruição da civilização atual", informa a agência AFP.

    "Os Estados Unidos recorrem a ameaças nucleares e a chantagens sem precedentes, a sanções econômicas e bloqueios para nos privar do direito de existir e nos desenvolvermos, mas tudo isso se transformará em maior vigilância e coragem da nossa parte", afirmou o diplomata.

    Neste sentido, Ja Song Nam declarou que seu país vai resistir ao golpe das sanções e continuará "o caminho em direção à construção do poder socialista com base no espírito de autossuficiência e autodesenvolvimento".

    Nos últimos meses a Coreia do Norte realizou uma série de testes de mísseis e um teste nuclear. As sanções, aprovadas por unanimidade pelo Conselho de Segurança da ONU em 11 de setembro em resposta ao teste nuclear da Coreia do Norte, proíbem o país de exportar produtos têxteis e limitam a quantidade de petróleo bruto e produtos petrolíferos refinados que podem ser importados.

    No entanto, as autoridades da Coreia do Norte tinham indicado que, apesar das sanções introduzidas pelos EUA e seus aliados, o país continuará desenvolvendo seu programa nuclear.

    Mais:

    Coreia do Norte ameaça Japão com 'nuvens nucleares'
    'Calote': Coreia do Norte se recusa a negociar – e a pagar empréstimos à Coreia do Sul
    Rússia desenvolve canal de Internet alternativo para Coreia do Norte
    Coreia do Norte promete se tornar 'força nuclear', apesar das sanções dos EUA
    Tags:
    ameaças, programa nuclear, civilização, destruição, chantagem, sanções, desenvolvimento econômico, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Ja Song Nam, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik