21:59 23 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Manobras Zapad 2017

    Antigo chefe da OTAN: Rússia quer enviar uma mensagem ao Ocidente com manobras Zapad 2017

    © Sputnik/ Pavel Gerasimov
    Mundo
    URL curta
    Manobras perto da fronteira ocidental da Rússia (36)
    10214

    De acordo com o antigo chefe da Aliança Atlântica, com os exercícios Zapad 2017 a Rússia quer enviar uma mensagem à OTAN de que "é um país poderoso que possui músculos".

    Entretanto, acrescentou estar certo de que Moscou não irá atacar os países europeus, disse o antigo secretário-geral da OTAN Anders Fogh Rasmussen ao tabloide Bild

    Atacando um dos países da aliança militar, a Rússia "ravessaria a linha vermelha", declarou. "Isso levaria a aliança a dar uma resposta militar, o que eles, claro, não querem".

    Rasmussen disse ainda de que Moscou "não quer reconhecer" que das manobras Zapad 2017 participa "um número maior dos soldados". 

    "A maior preocupação é quantos soldados e material bélico eles vão deixar após o fim das manobras: isso se refere à Bielorrússia e às fronteiras com a OTAN e a Finlândia", sublinhou. 

    Ultimamente, a OTAN enviou tropas para os países bálticos e a Polônia. "Se a Rússia atacar, terá que combater não só com o exército da Estônia e Lituânia, mas também com  norte-americanos, alemães e britânicos", reafirmou ele. 

    Rasmussen reafirmou que a OTAN nunca quis atacar a Rússia e, por isso, de acordo com ele, deslocar tal quantidade de tropas para a sua fronteira ocidental é, para a Rússia, "um completo desperdício" de meios. 

    Tema:
    Manobras perto da fronteira ocidental da Rússia (36)

    Mais:

    Presidente da Lituânia se queixa das manobras Zapad 2017 ao secretário-geral da ONU
    Especialista explica por que manobras Zapad 2017 causam pânico na Europa
    Tags:
    defesa, aliança militar, preocupação, manobras, opinião, reação, política, Zapad 2017, OTAN, Anders Fogh Rasmussen, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik