13:52 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Venezuela durante a manifestação de encerramento da campanha por nova constituinte em Caracas

    Colômbia rechaça decisão da Venezuela de remover canais colombianos

    Presidência da Venezuela
    Mundo
    URL curta
    841

    Canais de televisão colombianos teriam sido tirados do ar por ordem do governo venezuelano, que acusa Bogotá de promover uma campanha contra Caracas.

    O Ministério das Relações Exteriores da Colômbia expressou em um comunicado nesta quinta-feira (24) a rejeição pela medida adotada pelo governo venezuelano, que pediu aos operadores de cabo desse país que retirassem de suas programações os sinais dos canais colombianos Caracol e RCN.

    "O Ministério dos Negócios Estrangeiros, em nome do governo da Colômbia, expressa sua rejeição pela decisão do governo da Venezuela de solicitar aos operadores de televisão a cabo transmitidos nesse país que retirem da rede de programação o sinal dos canais colombianos Caracol e RCN", diz o texto.

    O presidente da Venezuela, por sua vez, declarou durante a semana que meios de comunicação colombianos como Caracol e os jornais El Tiempo e El Espectador estariam fazendo uma "campanha terrível contra seu governo". 

    Mais:

    Que efeito terão sanções petrolíferas norte-americanas contra Venezuela no mercado global?
    Pressão latino-americana sobre Venezuela pode desencadear intervenção militar dos EUA
    Maduro diz que tem medidas preparadas para defender Venezuela do bloqueio de Trump
    Ex-procuradora-geral da Venezuela deixa a Colômbia com destino ao Brasil
    Tags:
    canais, televisão, campanha, governo, corte, mídia, Nicolás Maduro, Colômbia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik