04:49 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Vista da ilha de Matua, nas Ilhas Curilas

    Novo plano da Rússia não tira Japão das negociações sobre Ilhas Curilas

    © Sputnik/ Roman Denisov
    Mundo
    URL curta
    412

    Tóquio permanecerá nas negociações com a Rússia sobre as disputadas Ilhas Curilas apesar das ilhas terem recebido o status de "área de desenvolvimento prioritário" por parte da Rússia. A informação é do porta-voz do Ministério das Relações Exteriores japonês.

    A iniciativa de dar benefícios fiscais e outros benefícios para as empresas residentes nas quatro ilhas do Pacífico foi assinada por lei pelo primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev. As ilhas também são reivindicadas pelo Japão, que se refere a elas como territórios do norte.

    "O Japão está observando de perto os desenvolvimentos russos. Sobre esta questão, o governo japonês está reunindo e analisando informações. Vamos discutir isso [projetos econômicos conjuntos] na cúpula russa-japonesa no próximo mês", disse o porta-voz do ministério japonês à Sputnik.

    O porta-voz confirmou que a criação de uma zona de desenvolvimento nas Curilas do Sul não afetou a decisão de Tóquio de se envolver economicamente em projetos conjuntos com a Rússia. "Sim, enquanto a posição jurídica do Japão não for violada, a discussão continuará no próximo mês", declarou. 

    ​Historicamente, as Ilhas Curilas têm sido alvo de disputa territorial entre a Rússia e o Japão. Os japoneses reivindicam as ilhas de Kunashir, Iturup, Shikotan e o grupo de ilhéus Habomai. A disputa territorial impediu a assinatura de um tratado de paz entre a Rússia e o Japão após a Segunda Guerra Mundial.

    Mais:

    Especialista: Japão não desistirá de se aproximar da Rússia apesar do governo remodelado
    Japão exprime preocupação com crescente atividade aérea da Rússia
    Descrente com Rússia e China, Japão prepara pacote próprio de sanções à Coreia do Norte
    Japão quer diálogo com Rússia sobre Síria, Coreia do Norte e Curilas
    Tags:
    território, projetos, disputa, Ilhas Curilas, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik