17:06 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Benjamin Netanyahu, primer ministro de Israel

    Netanyahu: Israel recorda papel da Rússia na vitória sobre fascismo

    © REUTERS/ Alexandros Avramidis
    Mundo
    URL curta
    191744165

    Israel recorda do papel da Rússia e do exército soviético na vitória sobre fascismo , disse nesta quarta-feira (23) o primeiro ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

    "Nós, e eu pessoalmente, nunca esquecemos o papel histórico que a Rússia e o exército soviético tiveram na vitória sobre o fascismo", disse Netanyahu, recebido pelo presidente russo, Vladimir Putin, em sua residência em Sochi, no sudoeste da Rússia.

    O chefe do governo israelense agradeceu a Putin por sua decisão de ajudar os veteranos da Segunda Guerra Mundial residentes no país hebraico.

    "Não é por acaso que o oficial soviético de descendência judaica que estava à frente da famosa rebelião de Sobibor é um herói nacional tanto aqui na Rússia como em nosso país, Israel", disse Netanyahu.

    Já Putin afirmou que Israel e Rússia criaram um mecanismo eficiente de cooperação bilateral.

    "Estamos satisfeitos com o desenvolvimento das relações bilaterais entre a Rússia e Israel", disse o presidente russo, destacando os "esforços diretos" de Netanyahu na relação entre os dois países.

    O campo de extermínio nazista de Sobibor foi criado em março de 1942 e cerca de 170 mil judeus da Polônia, União Soviética, Tchecoslováquia, Holanda e outros países europeus foram assassinados no local.

    Sobibor foi, também, sede de uma das mais bem sucedidas revoltas em campos de concentração. O levante foi liderado pelo oficial soviético Alexander Pechorski.

    Mais:

    Opinião: Netanyahu evitou o Brasil por 'conveniência' associada à denúncia contra Temer
    Quanto tempo pode demorar o processo contra Netanyahu?
    Quem é o ex-assessor que pode derrubar Netanyahu em Israel?
    Menos sorrisos, mais mortes: Netanyahu quer mais penas capitais para terroristas
    'Continua incitando violência': Netanyahu promete fechar Al-Jazeera em Israel
    Tags:
    Vladimir Putin, Benjamin Netanyahu
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik