00:40 15 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, durante entrevista coletiva em Moscou (arquivo)

    Rússia pede moderação na Coreia e rechaça uso da força na Venezuela

    © Sputnik / Sergei Pyatakov
    Mundo
    URL curta
    560

    A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, disse hoje que Moscou considera inaceitáveis as sanções e as ameaças de uso da força contra a Venezuela, e, no caso da Coreia do Norte, pede que todas as partes envolvidas na crise façam de tudo para evitar que a situação chegue a um ponto sem retorno.

    A crise norte-coreana, a propósito, deverá ser o principal assunto da reunião entre o chanceler russo, Sergei Lavrov, e sua colega sul-coreana, Kang Kyung-wha, marcada para o próximo dia 25. 

    Tanto a Coreia do Norte como a Venezuela foram alvo de ameaças recentes por parte da principal potência econômica e militar do mundo, os Estados Unidos. Ao longo das últimas semanas, o governo do presidente Donald Trump, eleito com a promessa de afastar os EUA das questões internas de outros países, adotou uma postura ainda mais dura contra Pyongyang e Caracas, dizendo que o regime de Kim Jong-un iria conhecer o fogo e a fúria de Washington e o de Nicolás Maduro poderia sofrer uma intervenção militar se os dois não mudassem de atitudes. 

    Mais:

    Brasil abstém-se de comentar pedido dos EUA de romper relações com Coreia do Norte
    Trump não usará armas nucleares contra Coreia do Norte sem consultar Seul, diz Moon
    Chile não apoia golpes de estado nem intervenção militar na Venezuela, diz Bachelet
    EUA ameaçam interesses da China na Venezuela
    Macri diz em encontro com vice dos EUA que não apoiará uso da força na Venezuela
    Tags:
    Maria Zakharova, Kim Jong-un, Nicolás Maduro, Sergei Lavrov, Kyung-wha Kang, Moscou, Caracas, Pyongyang, Washington, Rússia, Venezuela, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik