21:58 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA na sigla em inglês)

    Diretor da CIA exclui possibilidade de guerra nuclear iminente

    © AP Photo/ Carolyn Kaster
    Mundo
    URL curta
    5371704

    O diretor da CIA, Mike Pompeo, declarou neste domingo (13) que, a partir dos dados de inteligência disponíveis, a probabilidade de uma guerra nuclear iminente pode ser excluída.

    "Eu não vi nenhum dado de inteligência que mostre que estaríamos à beira de uma guerra nuclear", disse ele em entrevista à Fox News.

    Pompeo disse que a administração do presidente dos EUA ainda vê a Coreia do Norte como uma ameaça, observando que "os Estados Unidos não vão mais tolerar como antes" a situação com a Coreia do Norte. 

    No início de agosto, o Conselho de Segurança da ONU aprovou por unanimidade uma nova resolução sobre a Coreia do Norte, endurecendo as sanções contra o país. De acordo com estimativas dos EUA, a plena implementação dessas restrições irá reduzir em um terço os ganhos anuais de câmbio de Pyongyang.

    Trump emitiu uma nova ameaça contra a Coreia do Norte na sexta-feira, dizendo que os militares dos EUA estavam "trancados e carregados". Anteriormente, o presidente norte-americano havia declarado que a Coreia do Norte iria receber "fogo e fúria" em casos de novas ameaças de Pyongyang.

    A Coreia do Norte, por sua vez, acusou os EUA de levar a Península Coreana à beira da guerra nuclear, deixando as potências mundiais alarmadas com a escalada da tensão.

    Mais:

    Havaí se encontra em alerta por ameaça de possível ataque da Coreia do Norte
    China pede moderação a Trump na crise com a Coreia do Norte
    Que vai fazer a China em caso de conflito militar entre EUA e Coreia do Norte?
    Tags:
    ameaça, guerra nuclear, inteligência, Mike Pompeo, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik