14:30 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    721
    Nos siga no

    Os Estados Unidos decidiram expulsar dois funcionários da embaixada cubana em Washington por conta de um incidente envolvendo a equipe diplomática norte-americana em Havana em 2016 que teria causado "sintomas físicos". A informação foi divulgada pela porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert.

    "Funcionários do governo dos EUA que trabalham em nossa embaixada em Havana, Cuba, em funções oficiais (…) relataram alguns incidentes que lhes causaram uma variedade de sintomas físicos", disse ela em uma entrevista coletiva. 

    A porta-voz do Departamento de Estado não forneceu mais detalhes sobre o incidente dos diplomatas dos EUA em Cuba. 

    O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou em junho o cancelamento do "acordo terrível e equivocado" do ex-presidente Barack Obama de restabelecimento das relações com Cuba. Entretanto, muitos dos pontos acordados por Obama foram mantidos, como a embaixada dos EUA em Havana. Mas o republicano estabeleceu mais restrições aos cidadãos dos EUA que viajam para Cuba.

    Mais:

    Quais podem ser as consequências do afastamento entre os EUA e Cuba?
    Chancelaria cubana: 'Novos bloqueios dos EUA em Cuba estão destinados ao fracasso'
    Rússia: decisão de Trump sobre Cuba é parte da política 'imprevisível' dos EUA
    Tags:
    diplomatas, relações, Donald Trump, Cuba, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar