09:39 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados russos marcham em ensaio para a parada do Dia da Vitória

    Protestos dos EUA serão ignorados: Rússia e Irã ampliarão cooperação técnico-militar

    © AFP 2017/ KIRILL ZYKOV
    Mundo
    URL curta
    332412330

    O vice-presidente do comitê de Defesa e Segurança do senado russo, Frants Klintsevich, declarou que, após a adoção de novo pacote de sanções antirrussas dos EUA, a Rússia vai compartilhar com o Irã as mais novas tecnologias militares.

    "O fortalecimento da cooperação técnico-militar da Rússia e do Irã é uma resposta bastante lógica para as novas sanções dos EUA contra os dois países. Em sua essência, a lei americana acabou retirando todas as limitações, inclusive as de ordem moral, para o desenvolvimento dessa cooperação que, ao meu ver, vai ser mais profunda, do que imaginávamos", disse o parlamentar russo.

    "Acredito possível compartilhar com Irã as nossas armas mais modernas. Obviamente, qualquer protesto dos EUA será ignorado", advertiu Klintsevich em sua página no Facebook.

    O político destacou que a "Rússia tem interesse de ter um aliado poderoso, com mobilidade e bem equipado no Oriente Médio, e fará de tudo para que isso aconteça". 

    No dia 2 de agosto, o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou o projeto de lei com novas sanções antirrussas, aprovadas pelo Congresso dos EUA.

    Mais:

    Rússia e Irã acordam em reforçar cooperação militar na sequência das sanções americanas
    China reprova medidas restritivas de Washington contra Coreia do Norte, Rússia e Irã
    É possível uma coalizão entre Irã, Rússia e Coreia do Norte contra EUA?
    Senado dos EUA vota sanções contra Rússia, Irã e Coreia do Norte
    Senadores dos EUA chegam a acordo quanto a sanções à Rússia, Irã e Coreia do Norte
    Tags:
    sanções, cooperação técnico-militar, Frants Klintsevich, EUA, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik