14:53 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Fotos do presidente dos EUA, Donald Trump, e do presidente da Rússia, Vladimir Putin.

    Mídia: Rússia e os EUA estão na mais profunda crise desde a Guerra Fria

    © AP Photo/ Dmitri Lovetsky
    Mundo
    URL curta
    990652

    O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou na última quarta-feira (2) um projeto de lei sobre mais um pacote de sanções contra a Rússia.

    Em artigo publicado pela CNN, o jornalista Stephen Collinson afirmou que a Rússia e os EUA estariam profundamente imersos na mais difícil crise desde os tempos da Guerra Fria, com a política em ambos os países ultrapassando a capacidade de cada governo de atenuar o perigo. 

    Segundo o autor, a situação torna-se mais perigosa devido ao fato de que a Casa Branca ainda não consegue expressar claramente qual política em relação à Rússia está adotar. 

    "A política simultânea de reconciliação e de confronto em relação a Moscou, juntamente com a luta pela influência entre o Congresso e o presidente corre o risco de criar confusão, o que aumenta as chances de erro para as duas potências nucleares", afirma o colunista.

    O presidente Donald Trump assinou nesta quarta-feira projeto de lei sobre mais um pacote de sanções, visando as principais indústrias de defesa, mineração, transporte marítimo e ferroviário da Rússia.

    Além disso, a nova lei também limita a capacidade do presidente dos Estados Unidos de aliviar quaisquer sanções contra a Rússia, exigindo aprovação do Congresso para suspender as restrições.

    Mais:

    Trump: relações com Rússia estão 'a ponto muito perigoso' e é culpa do Congresso dos EUA
    EUA prometem continuar trabalhando com Rússia para acabar com violência na Síria
    EUA declararam guerra comercial contra a Rússia, diz Medvedev
    Trump: novas sanções dos EUA irão aproximar China, Rússia e Coreia do Norte
    Tags:
    crise, relações, Guerra Fria, sanções, CNN, Vladimir Putin, Donald Trump, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik