02:21 21 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Forças dos EUA em Manbij, Síria, foto de arquivo

    Síria acusa Ocidente de financiar terrorismo

    © AFP 2018 / DELIL SOULEIMAN
    Mundo
    URL curta
    22111

    O vice-ministro das Relações Exteriores da Síria, Faisal Mikdad, falou à Sputnik sobre a situação atual no país árabe e o papel dos países ocidentais na região.

    "Hoje, o país segue com uma política que vai em duas direções paralelas. A primeira é a luta armada contra o terrorismo, algo que a Síria tem feito grandes progressos, graças ao apoio de seus aliados russos. A segunda é a resolução pacífica do conflito no país. Temos participado em todas as negociações políticas em Genebra", disse ele.

    "A maior dificuldade que enfrentamos é a falta de desejo de vários países ocidentais para combater o terrorismo. Eles preferiram investir neste fenômeno que gera medo e terror", disse Mikdad.

    O político acredita que todos os problemas da região estão interligados com o desejo de alguns países ocidentais para restaurar o seu domínio colonial.

    Segundo o diplomata, os Estados Unidos são os principais responsáveis pela propagação do terrorismo. Além disso, ele disse acreditar que Washington, através do reforço das suas posições nos países da região, viola o direito internacional.

    Makdid também comentou sobre as alegações de uso de armas químicas e disse que o governo do país árabe, em numerosas ocasiões, solicitou que as organizações relevantes conduzissem uma investigação completa, mas, como sublinhou, Washington bloqueou essas tentativas.

    Mais:

    Curdos desmentem nova entrada de tropas turcas no norte da Síria
    Síria pressiona ONU por morte de civis em ataque da coalizão liderada pelos EUA
    Ataques da coalizão liderada pelos EUA matam pelo menos 10 civis na Síria
    Quem controla a Síria?
    Tags:
    guerra civil, financiamento, terrorismo, Ocidente, EUA, Damasco, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik