02:36 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Donald Trump, durante discurso no Congresso nacional

    Senado dos EUA vota sanções contra Rússia, Irã e Coreia do Norte

    © AFP 2017/ JIM LO SCALZO / EPA POOL
    Mundo
    URL curta
    2034

    O Senado dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira a adoção de um pacote de sanções contra a Rússia, o Irã e a Coreia do Norte, que havia sido aprovado pela Câmara dos Representantes na última terça-feira.

    O projeto, que teve 98 votos a favor e apenas 2 contra, será agora enviado para o gabinete do presidente Donald Trump, que poderá transformá-lo em lei. Os senadores que não aprovaram a medida foram Rand Paul, do Kentucky, e Bernie Sanders, de Vermont.

    Originalmente, o documento, que prevê sanções contra os setores de energia, inteligência e defesa da Rússia, por exemplo, tinha como foco apenas a Coreia do Norte. Depois, no entanto, os parlamentares decidiram incluir também Teerã e Moscou.

    De acordo com o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a aprovação desse novo pacote é muito triste do ponto de vista das relações russo-americana, tal qual já havia comentado o presidente russo, Vladimir Putin, antes da votação, quando acusou Washington de ter uma visão cínica dessas relações.

    Mais:

    Trump pode aprovar o projeto de sanções antirrussas ou negociar 'outro ainda mais duro'
    Chanceler austríaco: 'Novas sanções dos EUA contra a Rússia são inadmissíveis'
    'Sanções são a manifestação das pretensões imperialistas dos EUA'
    Tags:
    sanções, Rand Paul, Bernie Sanders, Dmitry Peskov, Vladimir Putin, Donald Trump, Washington, Moscou, Teerã, Coreia do Norte, Irã, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik