03:06 16 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Os mercenários norte-americanos

    General afegão: mercenários americanos trarão ao país ódio ao invés de paz

    © AP Photo / Hani Mohammed
    Mundo
    URL curta
    314
    Nos siga no

    Donald Trump foi aconselhado a trocar militares dos EUA no Afeganistão por mercenários. Em entrevista à Sputnik Dari, militar aposentado afegão e analista militar, Atiqullah Amarhel, opinou que esta estratégia não contribuirá para a paz e estabilidade no país.

    O conselheiro do presidente norte-americano, Steve Bannon, e seu genro, Jared Kushner, recrutaram dirigentes de empresas militares privadas para trabalhar na política militar dos EUA no Afeganistão. Os últimos aconselharam Donald Trump a recorrer aos serviços dos "soldados de aluguel" da empresa Blackwater, o que seria eficiente e economicamente vantajoso.

    Nomeadamente, o criador da Blackwater, Erik Prince, propôs usar no Afeganistão estruturas privadas de segurança, sublinhando que sua execução seria "mais barata e eficiente em comparação aos serviços militares".

    Ao recorrer à Blackwater, empresa "conhecida" por assassinar civis e por contrabandear armas no Iraque, Estados Unidos poderiam regular a situação no Afeganistão, atingindo paz e estabilidade? O analista militar e ex-general da Força Aérea do Afeganistão, Atiqullah Amarhel, disse em entrevista à Sputnik Dari, que esta estratégia não trará paz alguma à região, pois o povo receberá somente o ódio dos mercenários.

    Segundo o militar, para o povo afegão, a Blackwater é "a empresa mais cruel", porque antes eles não só matavam pessoas desarmadas, mas também tinham cadeias especiais secretas, onde exerciam torturas "de maneira mais pervertida".

    No entanto, sublinha Atiqullah Amarhel, os norte-americanos não conseguiram nada com estas ações, porque o povo afegão costuma resistir a qualquer tipo de agressão.

    "Se os norte-americanos desde o início não tivessem recorrido aos serviços da famigerada Blackwater, se tivessem respeitado a cultura e tradições da sociedade afegã sem abusar de sua presença militar, a guerra não teria sido tão prolongada", explicou.

    O analista acredita que tal estratégia seja errada, pois "não trará nenhuma paz e estabilidade ao Afeganistão". "Isso apenas levará a uma destruição enorme, não somente no Afeganistão, mas em toda a região", acrescentou.

    O militar acredita que os EUA precisam de outra estratégia que seja branda, não agressiva, que vise estreitar laços com o povo.

    Mais:

    Líder do braço afegão do Daesh é morto em ataque dos EUA, diz Pentágono
    Tags:
    conflito, mercenários, Blackwater, Steve Bannon, Jared Kushner, Donald Trump, EUA, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar