08:14 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    As solenidades dedicadas ao aniversário 105-o do dia de nascimento de Kim Il-sung, Pyongyang, Coreia do Norte

    Ex-diretor da CIA: EUA devem reconhecer a Coreia do Norte como potência militar

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Mundo
    URL curta
    12120

    O ex-diretor da CIA e da Agência Nacional de Segurança (NSA), Michael Hayden, declarou que é possível resolver a questão nuclear da Coreia do Norte através do reconhecimento do país como potência nuclear em troca de certas obrigações.

    "Creio que um resultado satisfatório virá se nós reconhecermos, pelo menos implicitamente, a Coreia do Norte como uma potência nuclear em troca de algumas limitações em termos de quanto de energia nuclear, armas nucleares, eles terão", disse Hayden nesta sexta-feira.

    Ele acredita que nos próximos anos a Coreia do Norte irá desenvolver mísseis que poderiam atingir a costa do Pacífico dos Estados Unidos.

    "Esse pessoal [Coreia do norte] não vai desistir. Seria ilógico abrir mão de tais armas. É uma questão de sobrevivência do regime", disse Hayden.

    De acordo com ele, a liderança da Coreia do Norte abriu o olho para o destino dos líderes no Iraque e na Líbia, e agora acredita que é isto que eles vão fazer com a liderança norte-coreana se Pyongyang abrir mão de tais armas."

    O regime de Saddam Hussein no Iraque e de Muammar Gaddafi na Líbia foram derrubados com a participação ativa dos EUA e da OTAN. Hussein foi executado e Gaddafi foi morto por rebeldes.

    Mais:

    EUA proíbem seus cidadãos de viajar para Coreia do Norte
    Moscou: 'Coreia do Norte nunca lançou um míssil balístico intercontinental'
    Havaí se prepara para um ataque da Coreia do Norte
    Mesmo ignorada, Coreia do Sul insiste em negociar com a Coreia do Norte
    Tags:
    mísseis, potência nuclear, OTAN, Agência Nacional de Segurança (NSA), CIA, Muammar al-Gaddafi, EUA, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik