22:41 15 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    6215
    Nos siga no

    Seis países árabes enviaram para a Federação Internacional de Futebol (FIFA) uma carta solicitando a transferência da Copa do Mundo de 2022 do Qatar.

    Arábia Saudita, Iêmen, Mauritânia, Emirados Árabes Unidos, Bahrein e Egito foram os países que pediram a transferência da competição. A principal razão para o pedido de transferência foi o "risco para a segurança dos participantes e espectadores no país, que é uma base do terrorismo".

    No início de julho, a Arábia Saudita, o Bahrein, o Egito e os Emirados Árabes Unidos romperam as relações diplomáticas com o Qatar, acusando o país de financiar o terrorismo. Mais tarde, os países árabes apresentaram um ultimato a Doha, exigindo o cumprimento de 13 demandas, incluindo a redução das relações diplomáticas com o Irã, o fechamento de uma base militar turca no país e o encerramento da emissora Al-Jazeera. Mais do que isso, o Qatar deve deixar de apoiar os terroristas.

    O Qatar negou todas as acusações dos países vizinhos e declarou que a lista de demandas é irrealista e prejudica a sua soberania.

    Mais:

    Para contornar embargo, Qatar importa vacas da Hungria
    EUA: Crise entre Qatar e países do golfo Pérsico pode levar 'muito tempo'
    Para especialista, ao enviar armas ao Qatar, Irã dará pretexto para guerra aos sauditas
    Gambito do Qatar: Turquia reforça contingente militar no país
    Tags:
    acusações, terrorismo, segurança, Copa do Mundo de 2022, FIFA, Emirados Árabes, Qatar, Egito, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar