07:43 31 Março 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    30353
    Nos siga no

    A Rússia retaliará de forma recíproca se os Estados Unidos não atenderem às suas demandas de retornar seus ativos diplomáticos. A declaração é do ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, nesta terça-feira (11).

    "Esperamos que os Estados Unidos, como um país que promove o estado de direito, respeitem suas obrigações internacionais", disse Lavrov a jornalistas após uma reunião em Bruxelas com a chefe da política externa da União Europeia, Federica Mogherini.

    "Se isso não acontecer, se observarmos que este passo não é visto como essencial em Washington, é claro que vamos tomar medidas de retaliação. Esta é a lei da diplomacia, a lei dos assuntos internacionais, que a reciprocidade é a base de todas as relações", acrescentou o chanceler russo. 

    Ele se recusou a responder quando perguntado se isso significava que a Rússia expulsaria diplomatas dos EUA e apreenderia as propriedades diplomáticas.

    Dois complexos diplomáticos russos foram fechados no final de 2016 como parte das sanções introduzidas pela administração de Barack Obama após acusações do ex-presidente de interferência nas eleições dos EUA.

    Mais:

    Rússia planeja congelar ativos norte-americanos e expulsar dezenas de diplomatas dos EUA
    Wikileaks propõe Assange para dirigir órgão de segurança cibernética dos EUA e Rússia
    Cessar-fogo no sul da Síria acordado por Rússia e EUA entra em vigor
    Rússia e China dizem que EUA criaram sua própria armadilha norte-coreana
    Tags:
    sanções, diplomacia, propriedade, ameaça, retaliação, Federica Mogherini, Sergei Lavrov, União Europeia, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar