13:55 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    La sede del canal CNN en Atlanta, EEUU (archivo)

    CNN continua demostrando 'liberdade de imprensa' em relação à Rússia

    © AP Photo/ David Goldman
    Mundo
    URL curta
    13125649

    Após a eliminação de um artigo sobre as "ligações" da equipe do presidente norte-americano Trump como uma fundação russa, a rede CNN introduz novas restrições em relação aos temas russos, comunica o portal BuzzFeed News, citando uma carta interna enviada aos jornalistas pelos chefes do canal.

    A mensagem foi formulada pelo editor-chefe do CNNMoney, site que trata das notícias de negócios, Rich Barbieri.

    "Ninguém pode publicar quaisquer matérias ligadas à Rússia antes que estas sejam analisadas por mim e Jason", diz-se no email citado pelo BuzzFeed.

    O portal adiantou que as novas restrições funcionarão não só dentro do CNNMoney.

    Mais cedo, o CNN, se referindo a suas fontes no Congresso americano, comunicou que o Senado estaria travando uma investigação sobre os alegados laços de Trump com a Fundação de Investimento Direto Russo.

    Particularmente, foi considerada como suspeita a reunião entre o chefe da entidade, Kirill Dmitriev, e um dos representantes da equipe de transição, Anthony Scaramucci, "apenas quatro dias antes da tomada de posse do presidente americano" em janeiro.

    Já mais tarde, a CNN apagou o artigo, sendo que ao abrir o respectivo link havia uma notificação: "A história não corresponde aos padrões da redação da CNN, ela foi eliminada. Os links para a matéria não funcionam. A CNN pede desculpas ao senhor Scaramucci".

    Uma fonte próxima da emissora confessou ao portal que toda a história foi um fracasso total.

    Mais:

    'Uma nova mentira descarada': Moscou responde à CNN
    Usuários e mídia apanham CNN criando notícias falsas
    Tags:
    mídia, censura, CNN, Donald Trump, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik